Minha mãe, minha vida

Minha mãe, minha vida

Mãe… Por um acento mal colocado, um erro de digitação, uma distração, seu anagrama não é ame, amo, amor. Mãe… Minha mãe é uma tulipa laranja no meio das rosas vermelhas, é uma música que não canso de ouvir, é um dia ensolarado quando chove lá fora, é a pintura que tento reproduzir no meu desenho bagunçado. Minha mãe tem o sorriso mais bonito escondido no coração, tem um pouco de excesso de mãe, tem um pouco de muito amor, tem um jeito só dela – um jeito que, me lisonjeia ser eu um pedacinho dela. Tenho uma mãe meio flor, meio limão, uma mãe meio minha – e só divido porque a outra metade é do meu irmão. Mãe é uma coisa engraçada, tão engraçadinha essa minha mãe que chora com qualquer palavrinha num diazinho qualquer. Mãe, mamãe, mom, mother, ma, mama, mamãezinha, madre, mère… Feliz Dia das Mãe! Eu te amo ao infinito e além!