Se de noite chorares pelo sol, não verás as estrelas.

Se de noite chorares pelo sol, não verás as estrelas.

É o dia em que todos lembram de dar um Oi, um abraço, um Parabéns, enfim, não deixa de ser um dia especial.

A chuva O frio Um lençol Um abraço...

Hoje preciso de um abraço, pois a tristeza que sinto está matando aos poucos o pingo de esperança que existe em mim.

As vezes ela só quer um abraço apertado, um pouco de atenção, um sorriso sincero é o suficiente para evitar uma tragédia!

Aquela relutância em ceder, mas aquela vontade do grande abraço. Ela se abraçava a si mesma com vontade do doce nada.

Então vem cá no meu abraço e me deixa ter a opção de ser feliz pra sempre com você.

Não sei fingir. Abraço minhas vontades, mesmo que a minha cara fique roxa de tanto apanhar. Cumpro minhas promessas, mesmo que me doa.

Faço as malas, abraço os amigos, embarco em um navio e finalmente acordo em Nápoles...

Mal sabe você que eu só quero aquilo que eu quase não sinto de você. Aquilo que não arranca pedaço e nem mata. Aquilo que conforta..

Oh! não tremas! que este olhar, este abraço te digam o que é inefável. uma voluptuosidade que deve ser eterna.