Temporal Fazia tempo Que eu não me sentia...

O mesmo fogo do amor é o do ódio O mesmo coração que ama, odeia. O mesmo que odeia, pede perdão...

Sabe, no fundo eu sou um sentimental. Todos nós herdamos no sangue lusitano uma boa dosagem de lirismo.

Basta um abraço. Nada mais que o silêncio de um abraço. Bastam uns braços. Os teus braços ao meu redor.

É o dia em que todos lembram de dar um Oi, um abraço, um Parabéns, enfim, não deixa de ser um dia especial.

De ilusão em ilusão até a desilusão é um passo sem solução...

To precisando parar meu mundo num abraço seu, sonhando contigo percebi...

Perdoem a cara amarrada, Perdoem a falta de abraço, Perdoem a falta de espaço...

⁠Eu nem acredito que tenho você Meu lugar confortável que eu amo estar O seu abraço deixa meu dia feliz...